sexta-feira, 16 de novembro de 2018

SEM MANIA DE GRANDEZA






















Nessa vida itinerante
Há quedas, decepções
Mas há as fases que trazem
Boas realizações
Quando a gente valoriza
Tudo isso, então precisa
Entender que vale a pena
Para não perder de vista
Celebre cada conquista
Mesmo que seja pequena.

Considere importante
Cada passo que for dado
Deixando o objetivo
Melhor pra ser alcançado
Ocupe bem sua mente
Pense positivamente
Busque a liberdade plena
Nas coisas boas invista
Celebre cada conquista
Mesmo que seja pequena.


Na vida tenha otimismo
Supere a insegurança
Realize seus trabalhos
Com firmeza e confiança
Consciente do que faz
Nos momentos cruciais
Tenha postura serena
Sempre a um bom filme assista
Celebre cada conquista
Mesmo que seja pequena.

Quando surgem os problemas
Para enfrentá-los com calma
Temos que buscar com fé
Grandeza pra nossa alma
Se tivermos paciência
Frutos da resiliência
É isso que se armazena
Em uma ideia altruísta
Celebre cada conquista
Mesmo que seja pequena.

Na  hora que vem os tombos
É preciso equilibrar-se
Atitudes firmes fazem
Duma queda levantar-se
Nos momentos de aperto
Em cada erro ou acerto
Deixe o bem entrar em cena
Tire o mal da sua lista
Celebre cada conquista
Mesmo que seja pequena.

Autor: Zé Bezerra




quarta-feira, 31 de outubro de 2018

MELHORAR A VIDA















Em meio às circunstâncias
E as indignações
As pessoas passam logo
A fazer reclamações
Irritam-se facilmente
E não encaram de frente
Encontrar uma saída
Que amenize os fracassos
Nunca reclame dê passos
Pra melhorar sua vida.

Em vez de estar reclamando
Pelas adversidades
Lamentando os infortúnios
E as contrariedades
Pra resolver os problemas
Utilize estratagemas
Lutando de fronte erguida
Até sentindo cansaços
Nunca reclame, dê passos
Pra melhorar sua vida.

Idealize um projeto
Viável ao seu futuro
Faça planos e evite
Dar um salto no escuro
Não pense em acomodar-se
Decida-se em preparar-se
Faça em si mesmo investida
E conquiste seus espaços
Nunca reclame, dê passos
Pra melhorar sua vida.

Mesmo enfrentando crises
Procure ser otimista
Com fé em Deus vá a frente
Persista e nunca desista
Na hora que esmorecer
Reanime-se pra ter
Mais forças para a corrida
Superando os embaraços
Nunca reclame, dê passos
Pra melhorar sua vida.

Autor: Zé Bezerra



terça-feira, 30 de outubro de 2018

MUNDO EMBRUTECIDO





















Nos quatro cantos do mundo
A violência é demais
Bom seria a prevalência
Duma cultura de paz
Com melhores relações
Entre povos e nações
Há no tempo transcorrido
Muita desumanidade
Em meio à realidade
De um mundo embrutecido.

Muitos disseminam ódio
A discórdia e a vingança
Para opor-se a tudo isso
Precisa ter esperança
Disparar contra o terror
Metralhadoras de amor
Tornando o medo vencido
Aniquilando a injúria
Num grande combate à fúria
De um mundo embrutecido.

Que Deus contamine os homens
Do sentimento cristão
Para unidos combaterem
A desumanização
Agindo com resistência
Para ver da violência
Seu índice diminuído
Com poucas cenas funestas
Dinamitando as arestas
De um mundo embrutecido.

Um mundo mais turbulento
Vai ficando a cada dia
Pensar que isso inda mude
Pode ser grande utopia
Porém não desanimemos
Por um bom tempo esperemos
Que nem tudo está perdido
Olhando outros panoramas
Vamos debelar as chamas
De um mundo embrutecido.


Autor: Zé Bezerra

domingo, 28 de outubro de 2018

AGENTE DE VIAGENS
















Somos nós viajantes neste mundo
Contemplando a beleza das paisagens
O esmero das fontes naturais
Vamos vendo na hora das paragens
Isso vem ao alcance porque Deus
É o nosso agente de viagens.

Cataratas com águas cristalinas
São demais os encantos das imagens
É olhando esse brilho estonteante
Refletindo a grandeza das miragens
Porque nesse turismo natural
Deus é nosso agente de viagens.

Vendo o verde das matas tropicais
Renovando das árvores as roupagens
Essa empresa atrai muitos turistas
Tendo em vista as inúmeras vantagens
Já que Deus se apresenta para ser
Nosso eterno agente de viagens.

Então todos os ambientalistas
Acompanhem todas essas reportagens
Após organizarem as agendas
Afivelem as malas de bagagens
Adquiram com Deus os seus pacotes
Ele é nosso agente de viagens.

Autor: Zé Bezerra



quarta-feira, 24 de outubro de 2018

O SILÊNCIO É NECESSÁRIO






















É a prática do silêncio
De uma grande importância
Por fazer aproximar
 O que está a distância
Se em silêncio ficamos
Passos importantes damos
Que nos são essenciais
Nos deixando motivados
E bastante interessados
Pela procura da paz.

Em um mundo barulhento
Confuso e globalizado
Que surgem transformações
Em um ritmo acelerado
As pessoas com frequência
Vivenciam a concorrência
Sem fazer discernimentos
Só pensam seguir em frente
Não querem acalmar a mente
Nem ordenam os pensamentos.

Mas em meio a tudo isso
Tem gente com outro olhar
Que entende que é preciso
Parar e silenciar
Dando a vida novo estilo
Tendo o espírito tranquilo
Para não ficar a esmo
Depois que refugiar-se
Nesse clima concentrar-se
E encontrar consigo mesmo.

É mais do que necessário
Viver com mais sensatez
Procurando desprender-se
Do ritmo da rapidez
Dessa pós- modernidade
Pra ter mais serenidade
Dar para o silêncio palma
Tornando a vida agradável
Que o corpo fica saudável
Revitalizando a alma.

Autor: Zé Bezerra










domingo, 7 de outubro de 2018

30 ANOS DA LEI MAIOR






















Os efeitos de uma conjuntura
Econômica, política e social
Após uma mudança estrutural
Ao findar-se um período de tortura
Na saída de uma ditadura
Vem um tempo melhor para a nação
Uma luta pela transformação
Visa reimplantar democracia
No Brasil que completa neste dia
Trinta anos de Constituição.

Mais uma Carta Magna foi surgindo
Já bem próximo ao final do século vinte
A Assembleia por ser Constituinte
Foi aos poucos a Carta construindo
Foram quase dois anos pra ser findo
O processo de toda construção
E depois de haver promulgação
Ela logo passou a vigorar
Este cinco de outubro faz lembrar
Trinta anos da Constituição.

A oitava da história do país
Garantindo ao povo seus direitos
Corrigindo das outras os defeitos
Mas naquilo que hoje não condiz
Foi preciso mudar a diretriz
Com as PECs fazendo alteração
Agregando as leis que aí estão
Muitas delas ninguém nem interpreta
Mesmo assim o Brasil hoje completa
Trinta anos de Constituição.

Autor: Zé Bezerra







quinta-feira, 4 de outubro de 2018

LIBERDADE E RESPONSABILIDADE

















Quem é livre é porque tem liberdade
Quem é livre possui independência
Quem é independente está liberto
Pra viver uma vida em sua essência.

O valor da responsabilidade
Tem alguns que  não sabem o que é isso
Na verdade, a pessoa  responsável
É aquela que assume compromisso.

Liberdade é como um dom supremo
É da vida a primeira sentinela
Quer saber quanto custa a liberdade
Passe um dia sem ter direito a ela.

Responsabilidade é quem nos dá
Ética, honestidade e confiança
Com moral e um bom comportamento
Numa vida de fé e esperança.

Liberdade e responsabilidade
São faróis que iluminam nossa estrada
A pessoa sem ter esses conceitos
Neste mundo não vale quase nada.

Autor: Zé Bezerra.

domingo, 30 de setembro de 2018

ELE NÃO















Eu poderia votar
Em Xixica do Tanquim
Em Maroca Bochechuda
Até na mãe de Caim
Talvez votasse em Zé Grosso
Em Izabel do Caroço
Em Manezim de Tonhão
Em Orácio Bate- Bate
Voto em Pedro Malazate
Mas nele eu não voto não.

Posso até votar em Lola
E em  Severo do Bago
Em Expedito Buxada
O tio de Mané Mago
Em Toca de Mariquinha
Em Fenelon da Baixinha
Talvez eu vote em Pezão
Ou em Joana Mocotó
Em Caetano Arigó
Mas  nele eu não voto não.

Eu posso votar no chefe
Do Alto do Sumaré
Em Antônio Mala Veia
Em Artur Karabodé
Em Severino da Guia
Benedito Pontaria
Em Inácio Bigodão
Em Querubina Ariranha
Voto na mãe de Pantanha
Mas nele eu não voto não.

Voto em Rita Cilibrina
E Jacira do Angu
Andreia Manjirioba
Natanael Mulungu
Feliciano Maloca
Adalberto de João Joca
Juvêncio de Simeão
Voto em Biu Doido do beco
Em Juvenal do pé seco
Mas nele eu não voto não.

Não voto num indivíduo
Que instiga a violência
E que pra ser governante
Não mostra ter competência
Com perfil conservador
Vem tendo do eleitor
A mais alta rejeição
De um desse eu escapulo
É mais fácil votar nulo
Mas nele eu não voto não.

Jamais voto num sujeito
Cara de pau, arrogante
Antipático, anti povo
Presunçoso, ignorante
Esse estraga esperança
Não tem minha confiança
Esse cara valentão
Que quer salvar o Brasil
Com baioneta e fuzil
Deus nos livre! ELE NÃO!

Autor : Zé Bezerra









quinta-feira, 27 de setembro de 2018

PEDESTRE EXEMPLAR














 
Não somente o motorista
No trânsito é pra ser prudente
O pedestre também pode
Ser ativo e consciente
Devem os dois fazer de tudo
Para evitar acidente.

O pedestre educado
No trânsito não se dá mal
Nunca atravessa a rua
Sem olhar para o sinal
Nem correndo em zigue-zague
Na forma diagonal.

Nunca vai por entre os carros
E na dúvida não avança
Olha para um lado e outro
Espera a vez e não cansa
Jamais atravessa fora
Da faixa de segurança.

Ao descer de um veículo
Para evitar apuro
Verifica se o mesmo
Parou em local seguro
Tem cautela no presente
Pra prevenir o futuro.

Se aguarda um coletivo
É calmo, não é audaz
Fica sempre na calçada
Sabendo bem o que faz
Sem correr para embarcar
Todo pedestre exemplar
É feliz e vive mais.

Autor: Zé Bezerra



terça-feira, 25 de setembro de 2018

TER CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA














Possuir consciência ecológica
É viver com responsabilidade
Sem dar muito valor ao consumismo
Com desejo que na comunidade
As pessoas se esforcem pra viver
Uma vida de boa qualidade.

Pela preservação do ambiente
Estar sempre lutando na defesa
Apoiando medidas preventivas
De saúde, higiene e de limpeza
Tendo boas ações e o cuidado
Para nunca agredir a natureza.

Para serem por todos demonstradas
Atitudes de valorização
De respeito e amor a ecologia
E combate a qualquer poluição
Só bastava que todas as pessoas
Possuíssem uma boa educação.

Ó Deus toque no coração do homem
Para que tanto crime não cometa
Não destrua, não mate, não polua
Não impeça o voo da borboleta
Sem ser ambicioso tenha zelo
Pela casa comum, nosso planeta.

Autor: Zé Bezerra



sábado, 22 de setembro de 2018

O FANTASMA DO REPENTE

















Caminhando sozinho numa estrada
Era noite, eu olhava o infinito
Num lugar bem distante e esquisito
Pra descanso ali eu fiz parada
Duma mala sem alça empoeirada
Tirei uma coberta verde-escura
Já deitado no chão, a essa altura
Cochilando e olhando para frente
Avistei o fantasma do repente
Mastigando um pedaço de cultura.

Noutra noite chuvosa cor de bredo
Abaixado por entre os matagais
Muito próximo a um curral de animais
Via o vento torcendo o arvoredo
Devagar, abatido pelo medo
Num casebre faltando a cobertura
Entrei nele por uma rachadura
E ao chegar bem na ponta de um batente
Avistei o fantasma do repente
Mastigando um pedaço de cultura.

Abraçado a um tronco de oiticica
Vendo os galhos da moita de jurema
Comecei escrever mais um poema
Escutando a toada da peitica
Muita água descia numa bica
Mas o brilho da lua com brancura
Espalhava um reflexo de doçura
E por entre essa luz incandescente
Avistei o fantasma do repente
Mastigando um pedaço de cultura.

Autor: Zé Bezerra

terça-feira, 18 de setembro de 2018

A EDUCAÇÃO TRANSFORMA

A pessoa que se educa
Desenvolve bem a mente
Sabe relacionar-se
É pacata e é decente
Organiza o pensamento
E o seu comportamento
De outros é diferente.

A educação na gente
Provoca transformação
Deixa a personalidade
Em constante evolução
Com conduta equilibrada
Que a pessoa educada
Tem do mundo outra visão.

Só pela educação
Pode o sujeito mudar
Tendo consciência crítica
Vê tudo com novo olhar
Trabalha e faz investida
E um bom projeto de vida
Luta para organizar.

O poder de transformar
Dá chance para aprender
A viver com compromisso
Lutando para vencer
Estudando e aprendendo
Cada dia percorrendo
Os caminhos do saber.

Educação faz crescer
O povo de um país
Faz um indivíduo à toa
Mudar sua diretriz
Seguindo um rumo certo
Num caminho bem aberto
Que o faz viver feliz.

É ela a força motriz
De um povo civilizado
Vivendo em sociedade
Consciente e informado
Por isso é tão bom viver
Bem interessado em ser
Um ser humano educado.

Autor: Zé Bezerra




domingo, 16 de setembro de 2018

NO PENSAR E NO AGIR DE DEUS

Deus nos deu o dom da vida
Ele é quem nos abençoa
Nos mostra o caminho certo
Pra não andarmos à toa
Nos concede inteligência
Ilumina a consciência
Para saber discernir
Na decisão a tomar
Deus nos ajude a pensar
Deus nos ajude a agir.

Deus nos livre da inveja
Do ódio e da arrogância
Da avareza e do ódio
Falsidade, ignorância
Deus nos afaste do mal
Nos dê o essencial
Para a vida conduzir
Nos passos que vamos dar
Deus nos ajude a pensar 
Deus nos ajude a agir.

Para que a vida seja
Na linha do bem pautada
Enfrentando os desafios
Que surgem na caminhada
No papel de andarilho
Cada um  tome seu trilho
Com vontade de seguir
Sem querer desanimar
Deus nos ajude a pensar 
Deus nos ajude a agir.

Para enfrentar na vida
Dores e constrangimentos
Problemas e obstáculos
Transtornos e sofrimentos
Desesperanças e danos
Tristezas e desenganos
E se chegar a cair
Pra poder se levantar
Deus nos ajude a pensar
Deus nos ajude a agir.

Autor: Zé Bezerra





sexta-feira, 31 de agosto de 2018

QUEM NÃO APRENDE A VIVER














Quem não consegue aprender
Nenhuma lição pra vida
Tropeça pelo caminho
Dando passada perdida
Pela imaturidade
Mas às vezes por maldade
Só prefere a porta errada
Pra nela entrar e sofrer
Quem não aprende a viver
Tem a vida atribulada.

Gente que não pensa bem
E tem fraca consciência
Com qualquer coisa se irrita
E pratica violência
Por não saber tolerar
Não liga em prejudicar
Quem não lhe ofende em nada
No mal quer permanecer
Quem não aprende a viver
Tem a vida atribulada.

Aqueles que exageram
Na comida e na bebida
Aos poucos comprometem
A qualidade de vida
Por imprudências e teimas
Excedem-se em guloseimas
Sem ter precaução com nada
Um sobre peso vai ter
Quem não aprende a viver
Tem a vida atribulada.

As pessoas insensatas
Impacientes, nervosas
E as que ficam doentes
Só porque são vaidosas
Casos de anorexia
E outros de bulimia
A plástica estetizada
Para não envelhecer
Quem não aprende a viver
Tem a vida atribulada.

Quem não sabe conduzir-se
Quem toma atitude estranha
Quem não controla as finanças
Quem gasta mais do que ganha
Quem vive a mudar de crença
Quem no futuro não pensa
Quem insiste em dar mancada
Quem ficou sem aprender
Quem não aprende a viver
Tem a vida atribulada. 

Autor: Zé Bezerra

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

AMORES BEM DIFERENTES




















Rabindranath Tagore
Afirma nos versos seus
O quanto o amor humano
Difere do amor de Deus
Porque o amor divino
É puro e é cristalino
A ninguém seleciona
Por ser na medida certa
O amor de Deus liberta
E o humano aprisiona.

O amor de Deus educa
E espiritualiza
Enquanto o do ser humano
Muitas vezes escraviza
Causando constrangimento
Amargura e sofrimento
Assim se direciona
Andando em estrada incerta
O amor de Deus liberta
E o humano aprisiona.

O amor do ser humano
Às vezes é egoista
O amor de Deus traz paz
Felicidade e conquista
Nos defende do abismo
Afasta do fanatismo
Trazendo o perdão à tona
Bons sentimentos desperta
O amor de Deus liberta 
E o humano aprisiona.

Esse puro amor repleto
Da suprema divindade
Nele jamais tem lugar
Ambição e falsidade
Se o ser humano ama
Sente ciúme e reclama
E a quem ama detona
Portanto, eis o alerta
O amor de Deus liberta
E o humano aprisiona. 

Autor: Zé Bezerra

terça-feira, 28 de agosto de 2018

ESCOLHA DIFÍCIL















É a indignação
E a falta de confiança
Gerando desesperança
Neste ano de eleição
Nestes que aí estão
Não dá para acreditar
É vendo o tempo passar
E a dúvida permanecer
Está difícil escolher
Um político pra votar.

Quem pensa bem só rejeita
E o sentimento é de perda
Da direita ou da esquerda
Muito pouco se aproveita
O centrão ninguém aceita
Não pode continuar
Onde isso vai parar
Não dá pra gente saber
Está difícil escolher
Um político pra votar.

São mais de trinta partidos
Candidatos tem demais
Cada um correndo atrás
De apoios oferecidos
Acordos são garantidos
A propaganda no ar
Todos pensando em ganhar
Querem tudo prometer
Está difícil escolher
Um político pra votar.

Escolhendo livremente
Olhando toda vitrine
Pouca gente se define
A votar pra presidente
Quem está indiferente
Vê que nada vai mudar
Tudo vai continuar
Com quem chegar ao poder
Está difícil escolher
Um político pra votar.

Votar para senador
Deputado federal
Deputado estadual
E para governador
Isso estressa o eleitor
Que não quer participar
O título justificar
É o que pensa em fazer
Está difícil escolher
Um político pra votar.

Você que se sente assim
Diante a realidade
Com essa dificuldade
Que não vai chegar ao fim
Pra votar no menos ruim
Tem que se interessar
E se nem esse encontrar
Não se acanhe em dizer
Está difícil escolher 
Um político pra votar.

Autor: Zé Bezerra

sexta-feira, 24 de agosto de 2018

NÃO VOTE NELES
















Chegamos mais uma vez
A um ano de eleição
Em que nós como eleitores
Temos a obrigação
Do nosso voto exercer
E às urnas comparecer
No dia da votação.

Vem a lei eleitoral
Um prazo estabelecer
Para o partido em disputa
Sua convenção fazer
Cumpridos esses contratos
Centenas de candidatos
Começam aparecer.

Uma situação crítica
Diferente do passado
É que cada eleitor
Sente-se desencantado
Procurando em quem votar
Dá vontade de deixar
Essa obrigação de lado.

Muitos que pensam assim
Não é por mal intenção
É devido o sentimento
De forte indignação
Com os seus olhares críticos
Estão de certos políticos
Cheios de decepção.

A rejeição é maior
Conforme vê-se os relatos
A diversos indivíduos
Que já possuem mandatos
Com currículo muito mau
E com a cara de pau
São de novo candidatos.

Esses caras devem ser
De uma vez descartados
Se eles são maus políticos
Não têm que ser mais votados
É bom cada um perder
Porque não merecem ter
Seus mandatos renovados.

A política dos partidos
É pífia e é turbulenta
A descrença em seus atores
Cada dia mais aumenta
Sem dar mais vez a calote
Eleitor, você não vote
Em quem não lhe representa.

Autor: Zé Bezerra

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

FORA OS MAUS POLÍTICOS















Com tanta corrupção
Tanto roubo o tempo inteiro
Com lavagem de dinheiro
A nação vive infeliz
Que os gatunos de plantão
A cada dia estão
Afundando este país.

Leis feitas em causa própria
Protegem esses malfeitores
Deixam os legisladores
O indivíduo blindado
Quem de mihões roubou cem
Não é preso porque tem
Foro privilegiado.

Crise econõmica e política
É incurável ferida
Que deixa a nação sofrida
Por abandonos extremos
E decepcionados
Nós todos somos culpados
Pelos políticos que temos.

Infelizmente esses caras
Eles não nos representam
Porque sempre só ostentam
Seus maiores interesses
Então nesta eleição
Vamos ter cuidado em não
Reeleger nenhum desses.

Aos políticos corruptos
Precisamos dar um fora
Vamos a partir de agora
Ter cuidado em escolher
Refazendo nossos giros
Pra deixar esses vampiros
Todos fora do poder.

Autor: Zé Bezerra


terça-feira, 7 de agosto de 2018

LEIA MAIS E SAIBA MAIS
















Os saberes que são adquiridos
Dão à mente a maior desenvoltura
Mas pra tê-los é muito necessário
Afinar -se com a literatura
Isso é feito cotidianamente
Percorrendo os caminhos da leitura.

Se eu gosto de ler meu mundo é grande
Porque sei que não paro de aprender
Cada livro pra mim é uma ponte
Pela qual, outro mundo posso ver
Onde tem uma fonte literária
Que sacia a sede do saber.

A leitura transforma o pensamento
De uma forma mais ampla a gente pensa
Nosso vocabulário se elastece
Nossa reflexão é mais intensa
Quem quiser comprovar essa verdade
Leia sempre e perceba a diferença.

Estudantes, vocês fiquem cientes
São os livros seus fortes aliados
Sejam mais motivados pra leitura
Ela deixa vocês mais informados
Então é importante que vocês
Tenham os seus interesses despertados.

Se você através dos seus estudos
Visa ter resultado garantido
Se esforce pra ser um bom leitor
Seja interessado e decidido
Porque futuramente a sua vida
É reflexo do que você tem lido.

São as boas leituras que permitem
Cada conhecimento aflorar
E as aptidões cognitivas
Com estudo, só tendem a aumentar
Então nessa estrada promissora
Cada um se interesse em caminhar.

Os saberes encantam e educam
Quem ler bem nunca fica para trás
Com os seus professores e os livros
Se você tem vontade, tudo faz
Aqui fica pra todos este apelo:
Leiam mais que vocês aprendem mais!

terça-feira, 31 de julho de 2018

UM PAÍS COM MUITAS CRISES












Estruturas democráticas
No Brasil são abaladas
Com tantas coisas erradas
Nosso pais está mal
Ficando quase falido
Devido estar atingido
Por uma crise geral.

Crise na economia
Que é assombrosa e crítica
E a crise na política
Essa há muito tempo vem
Entranhada nas raízes
Que entre todas as crises
Essa é a pior que tem.

O estado de falência
Do Presidencialismo
Põe o país num abismo
Indo em direção contrária
Pela ingerência pública
Desmorona-se a República
Com a crise partidária.

Com um sistema em ruínas
Não surge alternativa
O barco está à deriva
Há escândalo todo dia
E os efeitos são críticos
Da cambada de políticos
Matando a democracia.

Há crise de segurança
Saúde e educação
De justiça e de gestão
 Crises já são mais de mil
Corrupção é sem crise
Ó Santo Deus amenize
Os problemas do Brasil!

Autor: Zé Bezerra





O OUTRO COMO ELE É
















Por falta de humildade
E excesso de arrogância
Sempre em cada um de nós
Aumenta a ignorância
Com essas situações
Enfraquecem as relações
Se houver falta de fé
Não é fácil alguém amar
É bem difícil aceitar
O outro como ele é.

Vê-se que amar o próximo
É ação edificante
Mas muitas vezes na prática
Parece ser tão distante
Mesmo entre pais e filhos
Surgem tantos empecilhos
Indiferenças até
Na convivência do lar
É bem difícil aceitar
O outro como ele é.

Essas barreiras existem
Nos relacionamentos
Crescem as incompreensões
E os desentendimentos
Pela falta de empatia
Aumenta a desarmonia
Fica a paz em marcha ré
Sem um passo a frente dar
É bem difícil aceitar
O outro como ele é. 

A aceitação do outro
Nem sempre pode dar certo
Se o coração se fecha
Em vez de estar aberto
Independente de crenças
Conviver com diferenças
Isso faz ficar de pé
Um excluído a chorar
É bem difícil aceitar
O outro como ele é.

Autor: Zé Bezerra



terça-feira, 24 de julho de 2018

ENSINANDO E APRENDENDO













Quem é protagonista  do ensino
O profissional do magistério
É ciente que seu trabalho é sério
E pra ter um caráter genuíno
O desenvolvimento do seu tino
De saberes tem que se abastecer
O estudo contínuo é um dever
Ninguém deve ensinar sem estudar
Quem exerce a missão de ensinar
Nunca deve parar de aprender.

Ao intermediar conhecimento
Só faz isso a contento quem estuda
Com mais informações a mente muda
Isso é básico ao desenvolvimento
A qualquer novidade estar atento
Com mais motivação pra conhecer
E nos vários  caminhos do saber
Ajudando o aluno a caminhar
Quem exerce a missão de ensinar
Nunca deve parar de aprender.

Se você abraçou essa missão
Faça suas tarefas preferidas
Veja que está preparando vidas
Que precisam crescer com formação
Pra você transmitir educação
Boa prática de ensino deve ter
Mas não é só o ler, o escrever
Mais sublime que isso é educar
Quem exerce a missão se ensinar
Nunca deve parar de aprender.

Essa realidade apresentada
Na atualidade é exigência
Bom é que todos tenham consciência
Que precisam seguir por essa estrada
Devem ter formação continuada
Com bons cursos para desenvolver
Toda a pedagogia do saber
É assim que o melhor se deve dar
Quem exerce a missão se ensinar
Nunca deve parar de aprender.

Autor: Zé Bezerra

sexta-feira, 20 de julho de 2018

É PRECISO REGAR A AMIZADE

Relacionamento permanente
Com bons laços de afetividade
E os gestos de compreensão mútua
Perdurando sem ter dificuldade
Para haver equilíbrio em tudo isso
É preciso regar a amizade.

O respeito, a concórdia, a confiança
Se existem com reciprocidade
E o perdão é por vezes praticado
No momento que houver necessidaade
Para isso existir entre as pessoas
É preciso regar a amizade.

Toda a prática das relações humanas
Quando é feita sem ter desigualdade
Corações transbordando de alegria
Paz, amor, união, fraternidade
Pra ter essas virtudes preservadas
É preciso regar a amizade.

É preciso saber relacionar-se
É preciso ter ética e liberdade
É preciso carisma e empatia
É preciso diálogo e igualdade
É preciso saber amar ao próximo
É preciso regar a amizade.

Autor: Zé Bezerra

NÃO DEIXE QUE ROUBEM A SUA FELICIDADE

Cuide de si cada vez
Que numa ação envolver-se
Fique atento a proteger-se
Com responsabilidade
Seja qual for o lugar
E não deixe alguém roubar
A sua felicidade.

É o seu direito pleno
Ser feliz em sua vida
Como uma planta florida
Num chão com boa umidade
E por Deus abençoada
Não queira ver ser roubada
A sua felicidade.

As atitudes grosseiras
O desleixo e a preguiça
O destrato, a injustiça
O ódio e a falsidade
A inveja, a covardia
Isso rouba todo dia
A sua felicidade.

A felicidade é pérola
Que deve ser bem zelada
Tem que estar bem guardada
Essa preciosidade
Não há dinheiro que pague
Evite que alguém estrague
A sua felicidade.

Felicidade traz luz
Traz saúde e bem estar
Faz a pessoa ficar
Cheia de tranquilidade
Sem a mente perturbada
Quando não  é afetada
A sua felicidade.

Autor: Zé Bezerra

domingo, 15 de julho de 2018

TEMORES E ESPERANÇAS

















Estão presentes na vida
Em nosso cotidiano
Frustrações e incertezas
Otimismo e desengano
Saídas paliativas
Soluções definitivas
Péssimas e boas lembranças
Nesse caminho a seguir
Não deixam de existir
Temores e esperanças.

Há ideias convergentes
E outras que são dispersas
Situações coerentes
De encontro às adversas
Neste mundo desigual
Entre o bem e entre o mal
Configuram-se nuanças
No entorno da verdade
Tem essa realidade
Temores e esperanças.

Diante esse antagonismo
Que em todos os momentos
Fica por vezes mexendo
Com os nossos sentimentos
É o que provoca o medo
E o que desfaz segredo
Introjetando mudanças
No íntimo do nosso ser
Que em nós sempre vai ter
Temores e esperanças.

Autor: Zé Bezerra

terça-feira, 26 de junho de 2018

AS RELAÇÕES SOCIAIS













O relacionamento
É algo imprescindível
Se ele é de bom nível
É saudável e eficaz
Tem fases edificantes
Por isso são importantes
As relações sociais.

Estar de bem com os outros
Numa convivência boa
Olhando cada pessoa
Construindo bons canais
De amizades firmadas
Tornam-se equilibradas
As relações sociais.

Mas as relações difíceis
Têm efeitos esquisitos
Que podem gerar conflitos
Destruidores da paz
Porque o mal comunicam
Que em muito prejudicam
As relações sociais.

Atitudes egoístas
A falta de empatia
O ódio, a hipocrisia
E condutas desleais
Se isso está existindo
Vai aos poucos destruindo
As relações sociais.

O amor estando em baixa
É fácil surgir a crise
Amizade com deslize
Deixam amigos rivais
Os afetos se esvaziam
É desse jeito que esfriam
As relações sociais.

O ideal é que haja
Diálogo e entendimento
E um comprometimento
De todos pra que a paz
Tenha o primeiro lugar
Para estabilizar
As relações sociais.

Autor: Zé Bezerra








segunda-feira, 25 de junho de 2018

ESTAR PRONTO PRA VIDA












Só quando estamos seguros
Temos mais dignidade
Nossa personalidade
Torna-se amadurecida
Para um caminhar extenso
Se predomina o bom senso
Estamos prontos pra vida.

Quando já temos um nível
Regular de formação
E a nossa educação
Aos poucos se consolida
Nos ajudando a crescer
Assim podemos dizer
Estamos prontos pra vida.

Nossa visão sendo clara
Pra enxergar bem o mundo
Podemos respirar fundo
Frente aos embates da lida
Nos atalhos e desvios
Enfrentando os desafios
Estamos prontos pra vida.

Consciente do papel
Relevante de viver
A pessoa não quer ver
A natureza agredida
Nem o planeta doente
Zelando o meio ambiente
Estamos prontos pra vida.

Preparando-se aos poucos
Pra sermos bons cidadãos
Nos tratando como irmãos
Tendo meta definida
Nossa vida vai além
Se somos gente do bem
Estamos prontos pra vida.

Autor: Zé Bezerra




sábado, 23 de junho de 2018

O OLHO DE DEUS















Deus tem um olhar profundo
Enxerga a sombra e o vulto
Assim da sua presença
Ninguém pode estar oculto
Então não deve conter-se
Pois não consegue esconder-se
Nem por trás de um escudo
Nisso aí não há mister
Esteja onde estiver
O olho de Deus vê tudo.

A visão de Deus é ampla
Toda grandeza está nele
Ele é onisciente
Ninguém se esconde dele
Vê em todos os momentos
Até nossos pensamentos
Desde o grande ao miúdo
O que somos, o que temos
De tudo o que fazemos
O olho de Deus vê tudo.

Deus é nosso vigilante
Mas não pra nos castigar
Acompanha nossos passos
Está sempre a nos olhar
Vê tudo em que nós erramos
E daquilo que acertamos
Ele sabe o conteúdo
E ademais por saber
O íntimo do nosso ser
O olho de Deus vê tudo.

Vê as nossas intenções
Quando somos insensatos
Nossas forças e fraquezas
Nossos passos, nossos atos
Com sua mão estendida
Abençoa nossa vida
Nos indica um bom estudo
Conosco está sempre atento
Em seu monitoramento
O olho de Deus vê tudo.

Autor: Zé Bezerra

sexta-feira, 22 de junho de 2018

GOSTAR DA VIDA













Nós seres humanos temos
Uma origem conhecida
De Deus somos semelhança
Temos meta a ser cumprida
Com papel preponderante
Viver e gostar da vida.

A vida é escola e nela
Temos muito que aprender
São muitos ensinamentos
Que precisamos saber
Dentre eles, uns ensinam
Como gostar de viver.

Pra nós gostarmos da vida
Temos que fazer o bem
Viver em fraternidade
Sem nunca excluir ninguém
Buscando nossos direitos
E os dos outros também.

Gostar de viver feliz
Sem nunca ser narcisista
Sempre descartar qualquer
Plano individualista
Sendo contra a quem pratica
Atividade egoísta.

Gosta da vida quem não
Toma atitude arrogante
Quem no caminho do bem
Está dando um passo adiante
Demonstrando amor ao próximo
No serviço ao semelhante.

Quem tem zelo pela vida
As coisas ruis espalma
Problemas e turbulências
Vai superando com calma
Busca saúde pra o corpo
E a graça de Deus pra alma.

Gostar da vida é viver
Evitando os desperdícios
Sendo cauteloso para
Defender-se dos suplícios
Dos males da violência
E do perigo dos vícios.

É fazer boa dieta
Cuidar-se fisicamente
Divertir-se, ler bons livros
Exercitar corpo e mente
Com a fé fortalecida
Amar e gostar da vida
Para viver plenamente.

Autor: Zé Bezerra

quarta-feira, 13 de junho de 2018

QUEM ESCREVE, QUEM LÊ





















Quem escreve deve usar
Sentidos motivadores
Fictícios ou reais
Que apresentem valores
A fim de corresponder
A atenção dos leitores.

Quem lê é bom que procure
Alertar o pensamento
Na busca de informações
E de mais conhecimento
Para obter da leitura
Melhor aproveitamento.

Quem escreve é bom que tenha
Cuidado ao escrever
Selecionando ideias
Fazendo o texto valer
Tendo significado
Para aquele que vai ler.

Quem lê faz uma tarefa
Fazê-la bem, isso deve
Ao ler com proficiência
Seja texto longo ou breve
Mistura suas ideias
Com as daquele que escreve.

Quem escreve sempre está
Evoluindo a cultura
Ampliando o pensamento
Numa constante procura
De novas ideias para
Crescer a literatura.

Quem lê mergulha nos textos
Seja romance ou artigo
Crônica, cordel, reportagem
Acha em cada texto, abrigo
E finalmente é o livro
O seu mais fiel amigo.

Quem escreve deve ter
Maior criatividade
Fluindo a imaginação
Com senso de liberdade
Adicionando a si
Mais responsabilidade.

Quem lê viaja no texto
Seja rápido ou devagar
Reler,  faz anotações
Procurando interpretar
Pode até ir muito longe
E não sair do lugar.

De quem lê, de quem escreve
É importante a função
Emissor, receptor
Estão em interação
Num forte protagonismo
Para a comunicação.

Autor: Zé Bezerra





sexta-feira, 8 de junho de 2018

O VIVER À TOA














É de Sêneca esta frase
Este alto pensamento
Que expressa uma verdade
Sem ter questionamento
Pois quem não se organiza
Não tem decisão precisa
Desorientado sai
Sem ter um plano viável
Não há vento favorável
Pra quem não sabe onde vai.

Quem não tem objetivo
Pode andar na contramão
Dando passadas ao léu
Sem rumo e sem direção
Sem ter tarefa a cumprir
Não tem meta a atingir
E no momento que cai
Acha a vida impraticável
Não há vento favorável
Pra quem não sabe onde vai.

A pessoa sem projeto
Não tem iniciativa
É folha  jogada ao vento
Igual um barco à deriva
Se é assim não tem prumo
Por não encontrar um rumo
Não acha o que lhe atrai
Finda sendo irresponsável
Não há vento favorável
Pra quem não sabe onde vai.

Viver ao deus dará
Faltando um itinerário
Assim nessas circunstâncias
O vento sopra ao contrário
Nesse contexto incomum
Não chega a lugar nenhum
Seja filho, mãe ou pai
Isso não é aceitável
Não há vento favorável 
Pra quem não sabe onde vai.

Autor: Zé Bezerra





quarta-feira, 30 de maio de 2018

SER FELIZ COM O OUTRO














 
A plena felicidade
Não é individual
Se há reciprocidade
Ela é mais especial
Alegria partilhada
É vida revigorada
Importante para quem
No amor está crescendo
É bom ser feliz fazendo
O outro feliz também.

Sendo feliz ninguém segue
Por solitário caminho
Já que ninguém não consegue
Ser feliz indo sozinho
Com o outro em companhia
Em convivência sadia
Cada um sente-se bem
O prazer permanecendo
É bom ser feliz fazendo
O outro feliz também.

Esse nobre sentimento
É bom ser compartilhado
Pois se há isolamento
Fica tudo equivocado
Felicidade é comum
Pra todos e cada um
Ver que obrigação tem
De plantar e ir colhendo
É bom ser feliz fazendo
O outro feliz também.

É bom sorrir e cantar
É bom plantar e colher
É bom receber e dar
É bom nascer e viver
É bom partilhar a vida
É bom fazer acolhida
É bom cultivar o bem
É bom feliz estar sendo
É bom ser feliz fazendo 
O outro feliz também.

Autor Zé Bezerra


terça-feira, 29 de maio de 2018

ATITUDES GRATUITAS DE AMOR
















Gentileza, ternura e amizade
Nos colocam num bom itinerário
Quem possui o espírito solidário
É aberto para a fraternidade
Acha bom praticar a caridade
Porque tem compaixão do sofredor
Se dispõe a servir e faz favor
Não escolhe a quem fazer o bem
Isso tudo é possível pra quem tem
Atitudes gratuitas de amor.

Visitar quem está encarcerado
Dar consolo a quem tem aflição
Tratar bem com respeito e atenção
O enfermo e o pobre abandonado
Da criança indefesa está ao lado
Ser também do migrante acolhedor
Ao desabrigado dar calor
Numa noite chuvosa e friorenta
Quem pratica esses gestos apresenta
Atitudes gratuitas de amor.

Ir até ao faminto e dar comida
Acolher o mendigo e o cigano
Imitando o bom samaritano
Do doente curar sua ferida
Defender a mulher prostituída
Ser do injustiçado um defensor
Dar combate ao mal destruidor
Só consegue essa ação realizar
A pessoa que sabe demonstrar
Atitudes gratuitas de amor.

Autor: Zé Bezerra

sábado, 26 de maio de 2018

TER HUMANIDADE

Ter humanidade é ter
Dimensão relacional
Com visão comunitária
Vendo o outro como igual
Querendo fazer o bem
Pra ficar longe do mal.

É assim que o ser humano
Tem na vida Deus presente
Buscando a alteridade
Sentindo o que o outro sente
Aprendendo a cada dia
Conviver com o diferente.

Com espírito humanitário
Podemos dar o perdão
Abrindo-se ao diálogo
E à boa compreensão
É assim que se consegue
Ter do outro compaixão.

Convívio sadio exige
Amor, reciprocidade
Paz, respeito e empatia
Gentileza e lealdade
E ainda é preciso ter
Espírito de caridade.

Com o coração fraterno
Afasta-se os desenganos
O laço interpessoal
Vem equilibrar os planos
Somos humanos por causa
Dos outros seres humanos.

Autor: Zé Bezerra

terça-feira, 22 de maio de 2018

A PAZ QUE RENOVA A VIDA

















A paz legítima promove
Na vida a transformação
É planta de uma semente
Nascida no coração
É o fruto de uma flor
Que no jardim do amor
Perfumada e colorida
Tem encanto e tem beleza
Porque essa é com certeza
A paz que renova a vida.

Paz que traz serenidade
Com o grande bem que faz
Justiça, luz e verdade
E consciência, ela traz
Moral e autonomia
Tranquilidade, alegria
Mente mais esclarecida
Discernimento e serviço
Realmente só faz isso
A paz que renova a vida.

Revitaliza o espírito
Estabelecendo a calma
Equilibrando as ações
Rejuvenescendo a alma
Apaziguando os conflitos
Desmitificando os mitos
Mostrando a clara saída
Para por fim aos tormentos
E os desentendimentos
A paz que renova a vida.

A paz que dá esperança
A paz que aponta a luz
A paz que afasta a guerra
A que leva a Jesus
A paz que educa e ensina
A paz que não discrimina
A paz que é preferida
A paz que é dom profundo
A paz que transforma o mundo
A paz que renova a vida.

Autor: Zé Bezerra

domingo, 20 de maio de 2018

DEVANEANDO NOS VERSOS

Quando uma ideia nova
Aproxima-se da mente
Podemos construir versos
Já com a métrica na frente
Dando expansão ao gênio
Que mora dentro da gente.

Com o estímulo do fogo
Que vem da inspiração
Pela criatividade
Vai surgindo a produção
De versos irradiantes
Iguais à constelação.

Esses versos têm a cor
Do cactus no pé do monte
Parecem com as estrelas
Brilhando no horizonte
São como grãos de areia
Que não tem ninguém que conte.

Seja no chão ou nos ares
Nos lajedos, nas quebradas
Nos pináculos, nos serrotes
Nas pedras empoeiradas
No pino  do meio dia
No frio das madrugadas.

Nesse sertão transformado
Depois que muito choveu
Porque a seca sumiu
E o inverno apareceu
As dádivas maravilhosas
Que o Criador concedeu.

Com inspiração que brilha
Qual estrelas e planetas
Galáxias, constelações
Asteroides e cometas
E suave como o voo
Das pequenas borboletas.

Autor: Zé Bezerra



terça-feira, 15 de maio de 2018

O JEITO DE SER E DE VIVER

Começamos trilhar nosso caminho
Na primeira infância, ainda criança
Vamos adquirindo confiança
Que no mundo ninguém está sozinho
Qual filhote que está deixando o ninho
Para aos poucos o mundo conhecer
E as suas nuances entender
Num processo que vai evoluindo
E assim cada dia construindo
O seu jeito de ser e de viver.

Os pilares da personalidade
São firmados ainda na infância
Se os valores estão em concordância
Tudo cresce na base da verdade
A justiça, o bem, a liberdade
Sendo bem cultivados vão crescer
A pessoa educada pode ver
Que os bons horizontes descortinam
São as boas ações que determinam
O seu jeito de ser e de viver.

Precisamos de muita instruções
A família nos dá as principais
A escola nos deve ensinar mais
Com saberes e orientações
Pelo ensinamento das lições
A melhor formação deve-se ter
Se o bem alguém gosta de fazer
O seu porte moral não diminui
Nesses moldes assim se constitui
O seu jeito de ser e de viver.

No entanto, se isso não for feito
E o sujeito crescer mal instruído
Um caminho adverso é percorrido
Onde não há caráter nem respeito
Quem pretende viver de qualquer jeito
Sua estrela começa escurecer
Se limites na vida não vai ter
Vai estar caminhando em via errada
Cada dia levando à derrocada
O seu jeito de ser e de viver.

A pessoa que tem mal coração
Para amar ao próximo é incapaz
Porque dentro de si o ódio traz
Por ninguém não tem consideração
O que quer é andar na contramão
Vendo alguém no fracasso tem prazer
Sente inveja do outro e só quer ver
Ele cheio de infelicidade
Tudo pela frieza e a maldade
Do seu jeito de ser e de viver.

Autor: Zé Bezerra



domingo, 29 de abril de 2018

OBSESSÃO PELAS TECNOLOGIAS MODERNAS













 
O Mário Sérgio Cortela
Em comentário relata
Que na hora que tomamos
Uma atitude sensata
Podemos sim recusar
Aquilo que nos maltrata.

Esse escritor se refere
Com clareza e maestria
Ao que as pessoas fazem
Seja de noite ou de dia
Tomadas de obssessão
Pela tecnologia.

Não é delas abrir mão
Pois nos dão muitas vantagens
Errado é a compulsão
Sem desgrudar das imagens
Com o tempo todo vendo
E digitando mensagens.

Como ele diz, não seria
Querer desvalorizar
As modernas ferramentas
Que estão em qualquer lugar
Seria usá-las bem
Sem nunca exagerar.

Evitemos o excesso
Nada dele é proveitoso
Faz deixar o indivíduo
Neurótico, tenso e nervoso
Entrando num precipício
Porque está com um vício
Altamente perigoso.

Autor: Zé Bezerra





sábado, 21 de abril de 2018

A VOLTA DAS CHUVAS
















Toda a seca já desapareceu
O melhor pra o sertão aconteceu
Só em vinte e dois dias já choveu
Muito mais que o ano anterior
Para que se registre num caderno
Toda a vegetação tem novo terno
É outono mas vive-se o inverno
Tempo bom para todo agricultor.

As estradas de barro atolando
Alguns trechos do asfalto rebentando
Os açudes pequenos arrombando
Continua chovendo todo dia
Nos riachos e rios, muita enchente
A paisagem está toda diferente
É admiração pra toda gente
Que essas cenas há tempo não se via.

Com as chuvas que caem no sertão
Há lugares com muita inundação
Em setores da nossa região
Tinha açude há dez anos sem encher
Hoje estes estão a transbordar
Vê-se o povo feliz comemorar
Tudo isso que o céu veio nos dar
Temos muito que a Deus agradecer.

Na mudança que a natureza fez
Falta d'água acabou-se duma vez
O pipeiro agora sem freguês
Ocioso está em desvantagem
Pondo o seu capital para render
Sem achar outra coisa pra fazer
Diz que tem caminhão para vender
Pra não vê-lo trancado na garagem.

Com o solo bastante umedecido
Todo o pasto no campo está crescido
Cresce o milho, o feijão está florido
É sinal que a lavoura está segura
De arroz vai ser boa a produção
A colheita de toda a plantação
Já garante ao povo do sertão
Revitalização da agricultura.

A alegria parece ser geral
A bonança foi providencial
Todos viram no céu o bom sinal
Pelas nuvens formando um torreão
Aí descortinou-se a chuvarada
Tarde, noite e até de madrugada
E a terra está fértil e bem molhada
Com a volta das chuvas ao sertão.

Autor: Zé Bezerra





sábado, 14 de abril de 2018

PALAVRAS COM ALMA

É com fé, humildade e empatia
Com espírito de luz e confiança
Que podemos por alma nas palavras
Em mensagens de paz e esperança.

Quando a alma reveste as palavras
Elas são como fonte de energia
Emitindo uma força positiva
Que transforma tristeza em alegria.

As palavras com alma dão suporte
E alento a quem está em sofrimento
Permitindo a quem está confuso
Melhorar o direcionamento.

Pra dar alma as palavras que falamos
Precisamos viver a cristandade
E ter nosso espírito abastecido
De alegria, de paz e de verdade.

As palavras têm alma, se transmitem
Liberdade, justiça, amor e luz
Só assim elas podem apontar
Os caminhos que levam a Jesus.

Autor: Zé Bezerra

sexta-feira, 13 de abril de 2018

A ALEGRIA DA CHUVA

















Após um longo período
De seca continuada
As chuvas estão frequentes
A terra está bem molhada
Admiráveis paisagens
Com açudes e barragens
Enchendo na região
Isso há tempo não se via
A chuva traz alegria
Para o povo do sertão.

Pouco choveu em janeiro
Fevereiro choveu mais
Março só choveu no fim
Abril o inverno traz
Presente da natureza
Acabou-se a incerteza
A água molhando o chão
Chove quase todo dia
A chuva traz alegria
Para o povo do sertão.

Com tanta secura, a terra
Estava tão ressequida
Veio o período das chuvas
Revitalizando a vida
Dos vegetais brotam flores
No campo, os agricultores
Cuidam bem da plantação
Pra lavoura ser sadia
A chuva traz alegria
Para o povo do sertão.

O sertanejo se anima
No trabalho do roçado
O agropecuarista
Fica feliz vendo o gado
De barriga cheia agora
Come pasto toda hora
Não quer saber de ração
Quem só farelo comia
A chuva traz alegria
Para o povo do sertão.

Os cacimbões estão cheios
Os poços cheios também
As cisternas já transbordam
Açudes sangrando tem
Riachos com correntezas
Vão aumentando as represas
Com densa vegetação
A temperatura esfria
A chuva traz alegria
Para o povo do sertão.

A grande escassêz de água
Está chegando ao final
Lavouras crescem nas roças
Em toda a zona rural
Quem luta na agricultura
Tem colheita com fartura
De milho, arroz e feijão
Jerimum e melancia
A chuva traz alegria
Para o povo do sertão.

Autor: Zé Bezerra




sábado, 7 de abril de 2018

AMOR À CRIAÇÃO E À NATUREZA













Não estamos sós no mundo
Outros estão com a gente
Preocupados ao vermos
Ataque ao meio ambiente
Junto aos nossos semelhantes
Nossos deveres constantes
São de cuidado e defesa
Uma importante ação
De amor à criação
Preservando a natureza.

Nós não somos uma ilha
No planeta em que vivemos
Juntos para cuidar dele
É obrigação que temos
Para o meio ambiente
Ser saudável para gente
Sendo fonte de riqueza
Sem haver poluição
Por amor à criação
Cuidemos da natureza.

A natureza depende
De cada um morador
Que deve amá-la e cuidá-la
Em qualquer lugar que for
Tenhamos a consciência
De que a nossa existência
Tem plenitude e beleza
Se temos convicção
De amar a criação
Cuidando da natureza.

Deus o Criador de tudo
Espera que nós humanos
Protejamos nossa terra
Pra não sofrer tantos danos
Com florestas sem queimadas
Cidades arborizadas
E a água da correnteza
Pura sem poluição
Por amor à criação
Cuidemos da natureza.

Autor: Zé Bezerra.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

SER LUZ PRA QUEM NÃO TEM LUZ














 
É bom ser luz para os outros
Orientador e guia
Aproximar-se de quem
Está só sem companhia
Mas às vezes falta ação
Para cumprir a missão
Ensinada por Jesus
Pra o mundo ser diferente
Não é fácil para gente
Ser luz pra quem não tem luz.

Quando a pessoa tem
Difícil compreensão
Com a alma esvaziada
Andando na escuridão
Pra tentar iluminá-la
E poder aproximá-la
Da Palavra de Jesus
Isso ocorre lentamente
Não é fácil para gente
Ser luz pra quem não tem luz.

É preciso fortaleza
E muita fé todo dia
Ação e desprendimento
Doação e empatia
Vocação e compromisso
Munido de tudo isso
O seu espírito o conduz
Na luta diariamente
Não é fácil para a gente
Ser luz pra quem não tem luz.

Abrir os olhos daqueles
Que não sabem enxergar
Mudar a mente de quem
É difícil acreditar
Sem pensar em prejuízos
Motivar os indecisos
Que se afugentam da cruz
Sem querer seguir em frente
Não é fácil para a gente
Ser luz pra quem não tem luz.

Autor: Zé Bezerra

sábado, 31 de março de 2018

VENCENDO A TRISTEZA E O DESENGANO















Uma vida de lástima e de lamento
Com a autoestima abatida
É igual uma árvore ressequida
Que não mais apresenta crescimento
Envolvida em contínuo sofrimento
Pra o futuro sequer existe um plano
Vai aos poucos morrendo a cada ano
Por estar sem estímulo e depressiva
Infeliz e sem ter perspectiva
Mergulhada em tristeza e desengano.

A pessoa que está vivendo assim
Na verdade não vive só vegeta
É um forte maltrato que afeta
Essa crise parece não ter fim
É a rosa que murcha no jardim
É um barco a vagar no oceano
É um ente que no cotidiano
Excluído está ao deus dará
Pelo fato da sua vida está
Mergulhada em tristeza e desengano.

Ore a Deus e você vai perceber
Que na força da sua oração
Deverá encontrar superação
E motivos de sobra pra viver
A angústia vai desaparecer
Pela graça de Deus Pai Soberano
Em seguida virá um novo plano
Já que fase difícil foi vencida
Doravante não tem mais sua vida
Mergulhada em tristeza e desengano.

Autor: Zé Bezerra

sexta-feira, 30 de março de 2018

CIDADÃO DE VERDADE













O que é mais importante
Para qualquer brasileiro
É ser pacato e ordeiro
Humilde e perseverante
Para não ser arrogante
Manter a simplicidade
Ter postura de humildade
Para melhor aprender
Com o desejo de ser
Um cidadão de verdade.

Precisa estar consciente
Do seu papel de grandeza
Tendo amor a natureza
Zelando o meio ambiente
Agir coletivamente
Em prol da comunidade
Lutando por igualdade
E a promoção da paz
É desse jeito que faz
Um cidadão de verdade.

Descartando o preconceito
E a discriminação
Ciente que o cidadão
Tem qualidade e defeito
Cumpre dever, tem direito
Tem responsabilidade
Com a personalidade
Coerente e exemplar
Isso é para demonstrar
Um cidadão de verdade.

Tem desejo que a nação
Tenha paz e crescimento
No dia a dia é atento
A qualquer transformação
Detesta a corrupção
Prima pela honestidade
Injustiça, impunidade
O deixam inconformado
Jamais é acomodado
Um cidadão de verdade.

Íntegro, esclarecido
Interessado em servir
Firme na hora de agir
Apoiando o povo unido
Sem ficar esmorecido
Perante à dificuldade
Dentro da sociedade
Ser cavalheiro e gentil
Em suma esse é o perfil
Do cidadão de verdade.

Autor: Zé Bezerra