quinta-feira, 28 de abril de 2016

ONDE OUVIR A VOZ DE DEUS !


















Escuta-se a voz de Deus
Na brisa que sopra mansa
No voo das jaçanãs
No selo de uma aliança
Na conversa de um idoso
No riso de uma criança.

Na maré alta que  avança
No canto do rouxinol
No despertar da aurora
Nas cores do arrebol
No rebuliço das ondas
No brilho da luz do sol.

Na concha do caracol
Na fúria da tempestade
No ronco da cachoeira
No grito de liberdade
No deleite da alegria
No transtorno da saudade.

Na prática da caridade
Nos momentos de surpresa
No leopardo valente
Na ovelhinha indefesa
Na imensidão do céu
Nas vozes da natureza.

No fogo da vela acesa
Na beleza do luar
Nos cânticos, nas orações
Nas cerimônias no altar
No cume da cordilheira
Nas profundezas do mar.

Na harmonia de um lar
Nos mistérios do além
Nas lutas em prol da paz
Nas fases que vida tem
Na ternura das mulheres
Nos homens que fazem o bem.

Na humildade de alguém
Na fraterna comunhão
No lustre do palafrém
Na ética do cidadão
Nos dons, na inteligência
Na grandeza da ciência
Na fragrância de uma flor
Na caminhada do povo
Nos sonhos de um novo
Na transparência do amor.

Autor: Zé Bezerra




terça-feira, 26 de abril de 2016

O VAZIO PELO EXCESSO DE OCUPAÇÃO


















Tomando a frase de Sócrates
No seu sábio pensamento
Alerta a quem está vivendo
Cheio de atarefamento
Ativismo e correria
Isso a vida esvazia
Deixa a matéria cansada
Seja em clima quente ou frio
Cuidado com o vazio
Da sua vida ocupada.

O constante corre-corre
Vai e vem e sobe e desce
Vexame que só resulta
No alvoroço que cresce
Sem ter paz nem aconchego
Perdura o desassossego
A pressa é uma aliada
Que aumenta o desafio
Cuidado com o vazio
Da sua vida ocupada.

Você se esforça e trabalha
Dez ou mais horas por dia
Se não para e não descansa
A vida fica vazia
Com tanta coisa que faz
Vive ocupado demais
Sem ter tempo pra mais nada
Sente na alma arrepio
Cuidado com o vazio
Da sua vida ocupada.

O excesso de afazeres
Causa na mente embaraço
Devido estar o corpo
Mergulhado no cansaço
Tantos compromissos seus
Fazem esquecer de Deus
Tendo a calma atrapalhada
Por estresse doentio
Cuidado com o vazio
Da sua vida ocupada.


Autor: Zé Bezerra

domingo, 24 de abril de 2016

COM ÂNIMO PARA A LUTA

















Para ter o coração menos pesado
E a alma bem serena o tempo inteiro
Aproxime-se do outro ame-o primeiro
E espere depois ser por ele amado.

É ruim permanecer distanciado
Já que da solidão tornou-se herdeiro
Se a chama vai arder chame o bombeiro
E não deixe que seja o peito incendiado.

Pise firme, apaixone-se, sonhe e ame
Mantenha a garra, persevere e não reclame
Ao surgir qualquer indício de fracasso.

Dê um fora na preguiça, o medo evite
Que um dia vencerás, lute, acredite
Nunca hesite em dar o seu primeiro passo.

Autor: Zé Bezerra

sexta-feira, 22 de abril de 2016

FALTA DE VERGONHA E DE MORAL



















Lá de Brasília, a mídia
Mostrou-nos a votação
Dos senhores deputados
Que votavam "sim" e "não"
Para o afastamento
Do governo da nação.

Não é sobre o resultado
Que se deseja opinar
Porque já era esperado
Que o "sim" iria ganhar
Comenta-se a postura
 Da classe parlamentar.

Muitos que não respeitavam
Sequer a democracia
Fazendo achincalhamento
Desabafo e baixaria
Coisa feia que quem tem
Educação não diria.

A falta de compostura
Decoro e reputação
O sadismo, a ira, o ódio
A celeuma, a confusão
Vaia, chacota e cuspida
Acinte, esculhambação.

A maioria fazia
Questão de manifestar
O seu próprio interesse
Por quem estava a votar
Dando ênfase maior
A questão familiar.

Houve até deputado
Cheio de má intenção
Que a um torturador
Fez memória e saudação
E vários deles usaram
O nome de Deus em vão.

Quase generalizando
É esse o quadro que vemos
Formado por esses caras
Que votamos e elegemos
Infelizmente são esses
Representantes que temos.

É decepcionante
E revoltante também
Vê um sujeito que a fama
De corrupto vai além
Presidindo aquele ato
Ele que é réu de fato
Acusado há tempo vem
Isso é uma prova cabal
De que vergonha e moral
Ali pouca gente tem.

Autor: Zé Bezerra




sexta-feira, 8 de abril de 2016

VIDA PLENA



















Para a vida ser plena e ser feliz
Ela deve conter como essência
O respeito, o diálogo, a amizade
O caráter, a moral e a prudência
Quando a gente conserva esses valores
Sabe o quanto é sublime a existência.

Afastando o ódio, a violência
A semente da paz vai germinar
Onde é bom o relacionamento
O conflito não deve prosperar
Isso ocorre na vida quando Deus
Permanece no primeiro lugar.

A mentira não acha onde ficar
Arrogância e orgulho estão além
Toda escuridão desaparece
Só o brilho da luz a vida tem
Do cristão que escuta a voz de Deus
Vive a fé, segue a Cristo e faz o bem.

Sem ter inimizade com ninguém
A jornada não é interrompida
De amor, humildade e esperança
Se a pessoa está abastecida
Como o barro nas mãos de um oleiro
Deus está modelando sua vida.

Autor: Zé Bezerra