domingo, 7 de outubro de 2018

30 ANOS DA LEI MAIOR






















Os efeitos de uma conjuntura
Econômica, política e social
Após uma mudança estrutural
Ao findar-se um período de tortura
Na saída de uma ditadura
Vem um tempo melhor para a nação
Uma luta pela transformação
Visa reimplantar democracia
No Brasil que completa neste dia
Trinta anos de Constituição.

Mais uma Carta Magna foi surgindo
Já bem próximo ao final do século vinte
A Assembleia por ser Constituinte
Foi aos poucos a Carta construindo
Foram quase dois anos pra ser findo
O processo de toda construção
E depois de haver promulgação
Ela logo passou a vigorar
Este cinco de outubro faz lembrar
Trinta anos da Constituição.

A oitava da história do país
Garantindo ao povo seus direitos
Corrigindo das outras os defeitos
Mas naquilo que hoje não condiz
Foi preciso mudar a diretriz
Com as PECs fazendo alteração
Agregando as leis que aí estão
Muitas delas ninguém nem interpreta
Mesmo assim o Brasil hoje completa
Trinta anos de Constituição.

Autor: Zé Bezerra







quinta-feira, 4 de outubro de 2018

LIBERDADE E RESPONSABILIDADE

















Quem é livre é porque tem liberdade
Quem é livre possui independência
Quem é independente está liberto
Pra viver uma vida em sua essência.

O valor da responsabilidade
Tem alguns que  não sabem o que é isso
Na verdade, a pessoa  responsável
É aquela que assume compromisso.

Liberdade é como um dom supremo
É da vida a primeira sentinela
Quer saber quanto custa a liberdade
Passe um dia sem ter direito a ela.

Responsabilidade é quem nos dá
Ética, honestidade e confiança
Com moral e um bom comportamento
Numa vida de fé e esperança.

Liberdade e responsabilidade
São faróis que iluminam nossa estrada
A pessoa sem ter esses conceitos
Neste mundo não vale quase nada.

Autor: Zé Bezerra.

domingo, 30 de setembro de 2018

ELE NÃO















Eu poderia votar
Em Xixica do Tanquim
Em Maroca Bochechuda
Até na mãe de Caim
Talvez votasse em Zé Grosso
Em Izabel do Caroço
Em Manezim de Tonhão
Em Orácio Bate- Bate
Voto em Pedro Malazate
Mas nele eu não voto não.

Posso até votar em Lola
E em  Severo do Bago
Em Expedito Buxada
O tio de Mané Mago
Em Toca de Mariquinha
Em Fenelon da Baixinha
Talvez eu vote em Pezão
Ou em Joana Mocotó
Em Caetano Arigó
Mas  nele eu não voto não.

Eu posso votar no chefe
Do Alto do Sumaré
Em Antônio Mala Veia
Em Artur Karabodé
Em Severino da Guia
Benedito Pontaria
Em Inácio Bigodão
Em Querubina Ariranha
Voto na mãe de Pantanha
Mas nele eu não voto não.

Voto em Rita Cilibrina
E Jacira do Angu
Andreia Manjirioba
Natanael Mulungu
Feliciano Maloca
Adalberto de João Joca
Juvêncio de Simeão
Voto em Biu Doido do beco
Em Juvenal do pé seco
Mas nele eu não voto não.

Não voto num indivíduo
Que instiga a violência
E que pra ser governante
Não mostra ter competência
Com perfil conservador
Vem tendo do eleitor
A mais alta rejeição
De um desse eu escapulo
É mais fácil votar nulo
Mas nele eu não voto não.

Jamais voto num sujeito
Cara de pau, arrogante
Antipático, anti povo
Presunçoso, ignorante
Esse estraga esperança
Não tem minha confiança
Esse cara valentão
Que quer salvar o Brasil
Com baioneta e fuzil
Deus nos livre! ELE NÃO!

Autor : Zé Bezerra









quinta-feira, 27 de setembro de 2018

PEDESTRE EXEMPLAR














 
Não somente o motorista
No trânsito é pra ser prudente
O pedestre também pode
Ser ativo e consciente
Devem os dois fazer de tudo
Para evitar acidente.

O pedestre educado
No trânsito não se dá mal
Nunca atravessa a rua
Sem olhar para o sinal
Nem correndo em zigue-zague
Na forma diagonal.

Nunca vai por entre os carros
E na dúvida não avança
Olha para um lado e outro
Espera a vez e não cansa
Jamais atravessa fora
Da faixa de segurança.

Ao descer de um veículo
Para evitar apuro
Verifica se o mesmo
Parou em local seguro
Tem cautela no presente
Pra prevenir o futuro.

Se aguarda um coletivo
É calmo, não é audaz
Fica sempre na calçada
Sabendo bem o que faz
Sem correr para embarcar
Todo pedestre exemplar
É feliz e vive mais.

Autor: Zé Bezerra



terça-feira, 25 de setembro de 2018

TER CONSCIÊNCIA ECOLÓGICA














Possuir consciência ecológica
É viver com responsabilidade
Sem dar muito valor ao consumismo
Com desejo que na comunidade
As pessoas se esforcem pra viver
Uma vida de boa qualidade.

Pela preservação do ambiente
Estar sempre lutando na defesa
Apoiando medidas preventivas
De saúde, higiene e de limpeza
Tendo boas ações e o cuidado
Para nunca agredir a natureza.

Para serem por todos demonstradas
Atitudes de valorização
De respeito e amor a ecologia
E combate a qualquer poluição
Só bastava que todas as pessoas
Possuíssem uma boa educação.

Ó Deus toque no coração do homem
Para que tanto crime não cometa
Não destrua, não mate, não polua
Não impeça o voo da borboleta
Sem ser ambicioso tenha zelo
Pela casa comum, nosso planeta.

Autor: Zé Bezerra