segunda-feira, 21 de julho de 2014

A AMIZADE PROMOVE A PAZ

Bom relacionamento
Ternura, afetividade
São as características
Básicas de uma amizade
Em duvidosos momentos
Sadios entendimentos
A amizade é quem traz
O conflito ela afugenta
A amizade alimenta
Uma cultura de paz.

Amizade fortalece
Nossos laços afetivos
Fazendo despertar mais
Sentimentos positivos
É na hora do perigo
Que a ação de um amigo
Muita diferença faz
No que ela representa
A amizade alimenta
Uma cultura de paz.

Onde existe amor ao próximo
Não é para haver intrigas
A fraternidade é feita
Pelas pessoas amigas
Que cultivam união
E mútua compreensão
Quem convive assim, jamais
Pratica ação violenta
A amizade alimenta
Uma cultura de paz.

Autor: Zé Bezerra

domingo, 20 de julho de 2014

AMIZADE, UM GRANDE BEM

Amizade transmite alegria
Solidariedade e afeição
Relacionamento equilibrado
Confiança e consideração
São pilares seguros pela base
Bem firmada no chão do coração.

Amizade é quem traz felicidade
É a força que vence a desavença
Afugenta o desentendimento
Dá um "chega pra lá" na malquerença
Nesta sociedade desalmada
Ter amigos faz grande diferença.

Amizade é um fruto do amor
É o caule da planta bem florida
Quando ela é pura e verdadeira
Deixa a alma de paz abastecida
Vamos todos guardá-la e conservá-la
Ela faz grande bem à nossa vida.

Autor: Zé Bezerra



domingo, 13 de julho de 2014

UM MAGRO QUARTO LUGAR














Finda-se a vigésima Copa
Dela o Brasil veio ter
A chance de sediá-la
Mas viu um sonho morrer
O de ser hexa em casa
Vai custar acontecer.

Em razoável campanha
Vinha a nossa seleção
Mas já nas semifinais
Um tremendo escorregão
Causou aos brasileiros
A maior decepção.

Com esperanças desfeitas
Sonho jogado no ar
As fragorosas derrotas
Só temos que amargar
E procurar conformar-se
Com o magro quarto lugar.

Apesar dos dissabores
No futebol somos penta
Nas Copas ter cinco estrelas
Isso bem que nos contenta
Mas a queda agora foi
Quase igual a de cinquenta.

Precisamos esquecer
Essa crise passageira
Queremos que se renove
A seleção brasileira
Pra na Rússia, com bom tino
Fazer jus ao nosso hino
E honrar nossa bandeira.


Autor: Zé Bezerra

terça-feira, 8 de julho de 2014

BUSCAR MAIS OUTRA VITÓRIA

Nossa seleção prossegue na Copa
É hoje que dá o seu sexto passo
Jamais ninguém deve pensar em fracasso
Em mais um embate pesado que topa
Contra a Alemanha que veio da Europa
Que é muito forte na competição
Mas nosso Brasil tem obrigação
De passar por ela pra seguir em frente
E no próximo domingo vencer novamente
Seis vezes do mundo sendo campeão.

Dezessete horas lá no Mineirão
O juiz apita, o jogo começa
Ganhar a partida é o que interessa
Sem penalidades nem prorrogação
Basta um a zero no time alemão
Que ganhando dele vai ser bom demais
Pra no dia treze com outros rivais
Ter mais uma vez Brasil na cabeça
Mas pra que a festa maior aconteça
É preciso vitória nas semifinais.

Autor: Zé Bezerra

quinta-feira, 3 de julho de 2014

CADA UM DÁ O QUE TEM

A responsabilidade
Sempre vem do responsável
A solidariedade
Nasce da pessoa amável
Quem possui bons predicados
Quer ver os seus passos dados
Pelos caminhos do bem
Buscando a melhor saída
Porque na lógica da vida
Cada um dá o que tem.

Por outro lado quem trata
O seu semelhante mal
Quem difama e desacata
Com sentimento brutal
Insistindo em ofender
Fazendo o outro sofrer
Não quer respeitar ninguém
Nem parar de causar danos
É assim entre os humanos
Cada um dá o que tem.

Se existe gente boa
Há aqueles que não prestam
Uns gostam de uma pessoa
Outros somente a detestam
São muitas as diferenças
Nos costumes e nas crenças
Nas atitudes também
Entre crentes e ateus
Neste mundo de meu Deus
Cada um dá o que tem.

Existem os benfeitores
Os que amam e abençoam
Enquanto os traidores
Odeiam e amaldiçoam
Os que gostam de ajudar
De servir e partilhar
Sem discriminar ninguém
Praticando a caridade
Mas há quem só faz maldade
Cada um dá o que tem.

Um acusa, outro defende
Um salva, outro condena
Um solta, o outro prende
Um educa, outro aliena
Um faz, o outro desfaz
Um leva, o outro traz
Um vai e o outro vem
Um acerta, o outro erra
Em qualquer lugar da terra
Cada um dá o que tem.

Autor: José Bezerra