segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

FAÇA O BEM, EVITE O MAL














Tente praticar bons atos
Desperte suas virtudes
Tome boas atitudes
No seu meio social
Trate o outro como irmão
Procure ser bom cristão
Faça o bem, evite o mal.

Ame ao próximo e ame a Deus
Não discrimine as pessoas
Porque fazer ações boas
Isso é o ideal
Não se recuse a servir
Pra o bom caminho seguir
Faça o bem, evite o mal.

Não fique indiferente
Ao sofrimento de alguém
Nunca despreze ninguém
Para não ser desleal
Tenha com Deus compromisso
Coloque a vida a serviço
Faça o bem, evite o mal.

Dê apoio ao oprimido
Defenda o injustiçado
Ajude ao desprezado
De maneira cordial
Do "sem voz" seja a defesa
Demonstre ter gentileza
Faça o bem, evite o mal.

Faça favor aos outros
Faça ação de caridade
Faça gestos de bondade
Faça só o que é legal
Faça passar uma dor
Faça crescer o amor
Faça o bem, evite o mal.

Autor: Zé Bezerra

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

SEM ALGUÉM (Soneto)

Sem alguém que escute as queixas da gente
Compartilhando das ansiedades
O coração fica atrás das grades
Só dando batidas compulsivamente.

A dor da saudade vem diariamente
Maltratar o peito e a tristeza invade
Aumenta a carência de afetividade
Já que a solidão não tem quem aguente.

Estar só é pensar que em cada horário
O caminho de quem vive solitário
É um barco que não tem mais diretriz.

Sem alguém como trilhar esse caminho
Falta a coragem pra caminhar sozinho
Com alguém a vida pode ser  feliz.

Autor: Zé Bezerra

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

QUEM AMA NÃO DISCRIMINA
















Quem gosta muito do outro
Seja perto ou na distância
Ama em qualquer circunstância
Com chuva grossa ou neblina
Tem senso compreensivo
Para amar sobra motivo
Quem ama não discrimina.

Esse sentimento forte
Quando é manifestado
A quem está sendo amado
A empatia domina
E há reciprocidade
À luz da fraternidade
Quem ama não discrimina.

Amar é ser tolerante
É ter mais que amizade
Sentir a alteridade
Entrando em sua rotina
É zelar e proteger
Apoiar e defender
Quem ama não discrimina.

É sempre estender a mão
Para quem está caído
Acolher o excluído
Desprezado numa esquina
Abandonado ao relento
Banindo seu sofrimento
Quem ama não discrimina.

Quem ama se preocupa
Quem ama está por perto
Quem ama faz o que é certo
Quem ama não é sovina
Quem ama cuida e perdoa
Quem ama Deus abençoa
Quem ama não discrimina.

Autor: Zé Bezerra

domingo, 31 de dezembro de 2017

UM FIM SEGUIDO DE UM COMEÇO ( SONETO)













Um ano termina e o outro inicia
Depois do crepúsculo vai surgir a aurora
Para o novo tempo uma luz irradia
E apaga-se aquela de quem vai embora.

As expectativas trazem alegria
Do ano que finda ficam as lembranças
Nessa transição surge a cada dia
O renascimento de mais esperanças.

Sai um ano, outro entra, isso é sempre assim
O pomar do tempo renova o jardim
Inovam-se as rosas de perfume e cor.

Muitos comemoram mais um réveillon
Que Deus nos conceda novo ano bom
Com paz, alegria, saúde e amor.

Autor: Zé Bezerra.


sábado, 30 de dezembro de 2017

O GOSTO PELA VIDA















Viva a vida com vigor
Nas voltas que o mundo dá
Assim seu esforço impera
No chão que você está
Quem passa essa força tanta
É a admirável Santa
Teresa de Calcutá.

Diz ela em suas palavras
Que a vida bem vivida
Tem que ter sempre otimismo
Sem recuos na subida
Já que atrás da parada
De uma linha de chegada
Existe uma de partida.

O importante da vida
Não sai da realidade
Manter a boa autoestima
É uma necessidade
Tendo determinação
Pra se cumprir a missão
Não depende de idade.

E Santa Teresa ainda
Reforça o seu incentivo
Pra que ninguém se entregue
Ao comodismo passivo
Para não esmorecer
Enquanto você viver
Mostre que está muito vivo.

E se atrás dos seus anos
Não conseguir mais correr
Vá pelo menos trotando
Que é pra o corpo aquecer
Mesmo que já trema a fala
Caminhe usando bengala
Mas tenha gosto em viver.

Autor: Zé Bezerra