sábado, 7 de dezembro de 2019

VOZ SUFOCADA














A gaiola do pássaro é a cadeia
Que o deixa tristonho e desolado
Começando a cantar desafinado
Encolhido, não voa e não passeia
Por estar melancólico não gorjeia
Até para comer não tem vontade
Sem saber porque estar  por trás da grade
Qual o erro que paga ali sozinho
Sufocada é a voz do passarinho
Que não canta a canção da liberdade.

O canário, o concriz, o sabiá
São encantos da voz da natureza
Na gaiola atrofiam de tristeza
O que mais eles querem ninguém dá
Se um canta de lá outro de cá
De cantar eles têm necessidade
Muito grande é a contrariedade
Para quem saiu livre do seu ninho
Sufocada é a voz do passarinho
Que não canta a canção da liberdade.

Passarinho que estar prisioneiro
Quem o pôs na gaiola é um tirano
É perversa a ação do ser humano
Que mantém uma ave em cativeiro
Uns é para vender, ganhar dinheiro
E não acham  que isso é maldade
Outros sentem a maior felicidade
E jamais vão ter pena do bichinho
Sufocada é a voz do passarinho
Que não canta a canção da liberdade.

Autor: Zé Bezerra



sábado, 30 de novembro de 2019

QUALQUER SOFRIMENTO PASSA


















Na dialética da vida
Muitas coisas acontecem
Nas marchas e contramarchas
Infortúnios aparecem
Num mundo de incertezas
As ideias ficam presas
No fosso da ilusão
Sem ser preciso mordaça
Qualquer sofrimento passa
Mas o ter sofrido, não.

O tempo traz intempéries
Obstáculos rotineiros
Momentos inconsequentes
Ideais aventureiros
Ora causa sofrimento
Ora traz contentamento
E quando é grande vilão
A tudo faz ameaça
Qualquer sofrimento passa
Mas o ter sofrido, não.

Conviver com desafios
É prática cotidiana
O medo ataca as pessoas
Qualquer dia da semana
Mas aquele que é forte
Tem a fé como suporte
A força da oração
Todo perigo ultrapassa
Qualquer sofrimento passa
Mas o ter sofrido, não.

A filosofia traz
Ensinamentos proféticos
Suas correntes inspiram
Pensamentos dialéticos
Vai o trem da vida andando
Cada passageiro quando
Vai descer na estação
É feliz com quem lhe abraça
Qualquer sofrimento passa
Mas o ter sofrido, não.

Quando aparecem os imbróglios
Trazendo dificuldades
Tem que o marujo ser forte
Pra vencer as tempestades
O inditoso que sofre
Seu coração vira um cofre
Pra guardar desilusão
Mas pode alcançar a graça
Qualquer sofrimento passa
Mas o ter sofrido, não.

Mote: Francisco Glauco
Glosa: Zé Bezerra



sábado, 23 de novembro de 2019

RETIRE O LIXO DA MENTE


















Pra ter sua mente limpa
Com boa imaginação
Você deve exercitar-se
Fazendo reflexão
Mesmo sendo um desafio
Ter pensamento sadio
É estar mais consciente
E eticamente formado
Pra não ser alienado
Retire o lixo da mente.

Faça uma boa faxina
Mude as expectativas
Procurando deletar
As ideias negativas
Munido de otimismo
Desvie-se do abismo
Que sucumbe muita gente
Com falsas informações
Supere as desilusões
Retire o lixo da mente.

Se a sua mente está
Poluída e afrontada
Pela onda de mentiras
Atônita e bombardeada
Se as redes sociais
Tomam seu tempo demais
Ficando até dependente
Da tela de um celular
Se isso tem que mudar
Retire o lixo da mente.

Adquira senso crítico
Valorize a liberdade
Descarte os fakenews
E priorize a verdade
Com pensamento profundo
Procure enxergar o mundo
Com um olhar diferente
E a vida despoluída
Mas pra ser feliz na vida
Retire o lixo da mente.

Autor: Zé Bezerra


quarta-feira, 20 de novembro de 2019

RACISMO CAMUFLADO













Pela falta de boa educação
Preconceito existe em toda esquina
 Há pessoas que o negro discrimina
De uma forma insana e sem razão
Não são poucos os casos de exclusão
O estigma ainda é elevado
Se o povo não é bem educado
Essas coisas estão acontecendo
Nossa sociedade vem mantendo
Um racismo imbecil e camuflado.

Muitos dão maus exemplos por aí
Nos diversos lugares do planeta
As pessoas porque têm a cor preta
Menosprezo e descaso sentem em si
O autêntico heroísmo de Zumbi
Para muitos foi sempre ignorado
Esse comportamento atrasado
Não devia estar permanecendo
Nossa sociedade vem mantendo
Um racismo imbecil e camuflado.

Ser racista é ter insensatez
É da civilidade estar distante
É ser um indivíduo ignorante
Sendo da arrogância um bom freguês
Age com disfarçada estupidez
Quer do negro manter-se afastado
Articula um escamoteado
Que ninguém não esteja percebendo
Nossa sociedade vem mantendo
Um racismo imbecil e camuflado.


Autor: Zé Bezerra




domingo, 17 de novembro de 2019

FELICIDADE SUSTENTÁVEL















Faça esforço na vida pra seguir
Um caminho de luz e esperança
Tendo espírito de fé você avança
Seu amor nunca vai diminuir
Jamais falta a vontade de servir
Sempre agindo de forma responsável
Aplacando a dor do miserável
Com desejo de praticar o bem
Dê o melhor de si que você tem
Uma felicidade sustentável.

Sua felicidade é permanente
Duradoura é a sua alegria
Experienciando a empatia
Partilhando da dor que o outro sente
Aos problemas não sendo indiferente
Indo em busca de solução viável
Para Deus sua ação é agradável
Para Ele o bem é o que convém
Dê o melhor de si que você tem
Uma felicidade sustentável.

Sua vida tem boa diretriz
Com melhor autoestima em seu viver
Se você nunca para de aprender
As lições para sempre ser feliz
Em contínua postura de aprendiz
Todo e qualquer impasse é superável
Você sendo uma pessoa amável
Não será odiada por ninguém
Dê o melhor de si que você tem 
Uma felicidade sustentável.

Autor: Zé Bezerra