domingo, 25 de janeiro de 2015

A BELEZA DO MUNDO

















Olhando prados e campos
As planícies e cerrados
As luzes dos pirilampos
Oceanos azulados
Montes, rochedos, colinas
As verdejantes campinas
Entende-se que é mister
Confiar nessa certeza
Vendo do mundo a beleza
Não crê em Deus quem não quer.

Mirando o céu infinito
Com as suas maravilhas
O panorama bonito
Do arquipélago e das ilhas
Vendo o voo das jandaias
E no mar as belas praias
Olha-se enquanto quiser
O filme da natureza
Vendo do mundo a beleza 
Não crê em Deus quem não quer.

Contemplando as cordilheiras
Os arvoredos das matas
O ronco das cachoeiras
As águas das cataratas
Fauna diversificada
O cantar da passarada
Fazem que homem e mulher
Tenham na mente a certeza
Vendo do mundo a beleza
Não crê em Deus quem não quer.

O timoneiro no mar
No ar, o aviador
Têm dever de acreditar
No Deus vivo, o Criador
Assim o rei, o juiz
Ministro e embaixatriz
Presidente e chanceler
Duque, conde e baronesa
Vendo do mundo a beleza
Não crê em Deus quem não quer.

Autor: Zé Bezerra

domingo, 18 de janeiro de 2015

LADO POSITIVO




















Para a vida ser mais aproveitada
Desde a época dos tempos infantis
E a pessoa poder viver feliz
Nunca deve ficar desanimada
Para ter existência prolongada
Superando as preocupações
Buscar sempre as boas relações
É o primordial objetivo
Veja sempre o lado positivo
Das pessoas e das situações.

Dê um ponto final nos preconceitos
Seja forte nas adversidades
Priorize somente as qualidades
Sem preocupação com os defeitos
Ao comportamento dos sujeitos
Com cautela faça observações
Tanto em boas ou más ocasiões
Não dê chance ao aspecto negativo
Veja sempre o lado positivo
Das pessoas e das situações.

Na defesa do seu ponto de vista
Considere o bom senso, a obra prima
Se um problema atingir a autoestima
Não se curve à ideia pessimista
Na possibilidade da conquista
Mande para bem longe as ilusões
Sendo perseverante nas ações
O sucesso se abriga em seu arquivo
Veja sempre o lado positivo
Das pessoas e das situações.

Autor: Zé Bezerra

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

NÃO SENTIR O DESEJO DE SER MAIS













O filósofo Miguel de Unamuno
Proferiu uma frase certo dia
Que nos faz apostar na utopia
E querer desse mestre ser aluno
No momento  propício e oportuno
É preciso ir a frente na estrada
Para a meta poder ser alcançada
Eis a frase e a ideia que ela traz
Quem não sente o desejo de ser mais
Passa o tempo da vida e não é nada.

Para isso é válida a atitude
De querer ter um plano ambicioso
Aspirando um futuro venturoso
De conquista, de paz e de saúde
Tudo com ambição que é virtude
 Não aquela ganância obcecada
Da pessoa egoísta, mão fechada
Esses são pensamentos desiguais
Quem não sente o desejo de ser mais
Passa o tempo da vida e não é nada.

Quem não tem a vontade de crescer
Preferindo entregar-se ao comodismo
Talvez passe a viver no ostracismo
Recuado e sem força pra vencer
Se lhe falta interesse não vai ter
Qualidade de vida estruturada
Porque toda pessoa acomodada
É apática e só anda para trás
Quem não sente o desejo de ser mais
Passa o tempo da vida e não é nada.

Autor: Zé Bezerra

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

CREPÚSCULO X AURORA

















Hoje dois mil e catorze
Despede-se e vai embora
E o ano dois mil e quinze
Vai chegar a zero hora
É o crepúsculo saindo
Dando espaço  a aurora.

É o ano que sai fora
Dando ao outro o seu lugar
Passa agora a ser passado
O novo vem pra ficar
Porque a marcha do tempo
Essa não pode parar.

Período que vai passar
Por ter chegado o seu fim
Para uns foi muito bom
Para outros foi ruim
Como tudo é relativo
Isso vai ser sempre assim.

Ninguém espera o que é ruim
Que o pessimismo é insano
Todos devem aguardar
Tendo fé no soberano
Que dois mil e quinze seja
Pra todos um ótimo ano.

Uns amargam desengano
Outros vibram com a glória
Há quem chore pela perda
Há quem celebre a vitória
Em cada ano que passa
É assim a trajetória.

Há do crepúsculo a memória
Com recheios de saudade
Que a aurora que vem
Traga paz, felicidade
E as bênçãos de Jesus
Façam descer graça e luz
Sobre toda humanidade.

Autor: Zé Bezerra


terça-feira, 30 de dezembro de 2014

VIDA INTENSA













É do gênio Charles Chaplin
Esta frase imperativa
Que desperta e incentiva
E toca a alma da gente
A qualquer hora do dia
"Cante, chore, dance e ria
Viva a vida intensamente."

Quando chegar o desânimo
Faça jeito de excluí-lo
Busque a paz, viva tranquilo
Otimizando o presente
Cultivando a empatia
"Cante, chore, dance e ria
Viva a vida intensamente."

Viva os momentos efêmeros
Buscando felicidade
Com a mesma intensidade
Daquilo que é permanente
Revista-se de energia
"Cante, chore, dance e ria
Viva a vida intensamente."

Agradeça a Deus por tudo
O próximo, ame e abrace
Supere a mágoa, o impasse
Tire a tristeza da frente
Dê lugar à alegria
"Cante, chore, dance e ria
Viva a vida intensamente."

Autor: Zé Bezerra