sexta-feira, 21 de julho de 2017

VIDA ÚTIL É VIDA FELIZ














Com projetos de vida, a nossa vida
É ativa e está direcionada
Cada etapa cumprida é planejada
E aos poucos vai sendo construída
Com trabalho, se a vida é preenchida
É aí que o prazer envolve a gente
Cada meta atingida é um presente
Que se tem como um ato de grandeza
Nossa felicidade é ter certeza
Que a vida não passa inutilmente.

Na batalha por realizações
Não faltando a coragem pra lutar
Cada dia estando a trabalhar
Caminhando em várias direções
Envolvida na prática das ações
Fica sempre lotada a nossa mente
Cada vez que se dá um passo a frente
Vê-se a luz do futuro sempre acesa
Nossa felicidade é ter certeza
Que a vida não passa inutilmente.

Quando o nosso egoísmo vai sumindo
Cresce em nós a solidariedade
Envolvidos com a comunidade
Bem felizes nós vamos nos sentindo
Novas fases na vida vão surgindo
Brilha um novo horizonte em nossa frente
Com a visão de mundo diferente
Tendo gosto em zelar a natureza
Nossa felicidade é ter certeza
Que a vida não passa inutilmente. 

Autor: Zé Bezerra

segunda-feira, 10 de julho de 2017

O SONHO ACALENTA A ESPERANÇA













O sonho me faz pensar
Em algo que está distante
Aquilo que é relevante
Que talvez possa alcançar
E se chego a conquistar
Mesmo que haja tardança
Encho-me de confiança
Meu ego fica vibrando
Na hora que estou sonhando
Acalento a esperança.

Sonhando vou mais além
Seja acordado ou dormindo
Horizontes vão se abrindo
Planos importantes vêm
Quando a gente sonha tem
Na nossa mente mudança
E a nossa visão alcança
Novo horizonte brilhando
Na hora que estou sonhando 
Acalento a esperança.

Bastante fortalecida
Minha esperança floresce
Vai tomando impulso e cresce
Torna-se planta florida
Que faz bem a minha vida
Dando paz e segurança
Gravo na minha lembrança
Desperto e fico lembrando
Na hora que estou sonhando 
Acalento a esperança.

Se acontecer que o sonho
Transforme-se em pesadelo
Esperando faço apelo
Para isso não me oponho
Posso até ficar tristonho
Mas a autoestima avança
Vem em seguida a bonança
E o mau tempo vai passando
Na hora que estou sonhando
Acalento a esperança.

Autor: Zé Bezerra

sexta-feira, 30 de junho de 2017

DIFÍCIL REALIDADE

As pessoas em todos os lugares
Vão vivendo com mais insegurança
E diante de tudo que acontece
Muitas findam perdendo a esperança.

Quem tem mais condições devido o medo
Faz da casa um lugar superfechado
Tendo cão, vigilância e cerca elétrica
Muro alto com câmera e cadeado.

Se tratando de segurança pública
Essa pouco tem feito pela paz
Os governos não dão prioridade
Nela o povo já não confia mais.

Está muito difícil mudar isso
Pois o mal sempre ocorre com frequência
E o mundo vai piorando mais
Envolvido em guerra e violência.

Autor: Zé Bezerra

quinta-feira, 29 de junho de 2017

DANDO VEZ AS TROVAS

Num gênero bem popular
Aplica-se ideias novas
A fim de evidenciar
A singeleza das trovas.

Muitos fatos acontecem
Mobilizando as pessoas
E as coisas sempre parecem
Ser mais ruins do que boas.

Pode-se classificar
Como o ato mais tirano
Aquele de alguém tirar
A vida de um ser humano.

Muita gente verte pranto
A nação pede clemência
Porque há em todo canto
A prática da violência.

Neste mundo turbulento
Grande gesto que se faz
É no sublime momento
Que lutamos pela paz.

Guarde bem na sua mente
Para jamais esquecer
Quem planta boa semente
Um bom fruto vai colher.

Autor: Zé Bezerra

quarta-feira, 28 de junho de 2017

SURPRESAS DA VIDA

Não existe aviso prévio
Se tratando de surpresa
Aquilo que surpreende
Surge rápido com certeza
São os acontecimentos
Nos imprevistos momentos
Causando impacto em seguida
Nos deixando atordoados
Por sermos despreparados
Para as surpresas da vida.

As surpresas acontecem
Elas são inevitáveis
Existem  as que são boas
E aquelas desagradáveis
As boas nos dão prazer
Uma má se acontecer
Deixa a pessoa abatida
Com os nervos agitados
Por sermos despreparados
Para as surpresas da vida.

Há fatos que surpreendem
Em muitas ocasiões
Os que nos enchem de susto
Raiva ou decepções
Os que nos dão alegria
Entusiasmo, euforia
Mas na jornada comprida
Ficamos entediados
Por sermos despreparados
Para as surpresas da vida.

Os casos que são previstos
Vêm cotidianamente
Não podem ser comparados
Aos que surgem de repente
Que não tem dia nem mês
E devido a rapidez
Da surpresa acontecida
Nos sentimos assustados
Por sermos despreparados
Para as surpresas da vida.

Autor: Zé Bezerra