terça-feira, 15 de maio de 2012

PALAVRAS MATAM E CURAM.

A palavra que conforta
Dá esperança e anima
Interage e aproxima
Transmite afeto e ternura
Revigora e acalenta
Comunica e orienta
É A PALAVRA QUE CURA.

A palavra que acusa
Que fere e gera conflito
Que tem sentido maldito
Que ofende e desacata
Capaz de provocar briga
Desunião e intriga
É A PALAVRA QUE MATA.

A palavra componente
De mensagem educativa
É palavra positiva
Recheada de doçura
De caráter e de moral
Traz o bem, espanta o mal
É A PALAVRA QUE CURA.

Palavra que prega o ódio
E dissemina a mentira
Que irrita, que conspira
Que calunia e detrata
Que nega, difama e prende
Que massacra e que ofende
É A PALAVRA QUE MATA.

Palavra que aconselha
E indica bons caminhos
Que desvia dos espinhos
E mostra a grande abertura
Por onde passa a verdade
A justiça, a liberdade
É A PALAVRA QUE CURA.

A palavra que condena
Que humilha e que oprime
Que incentiva ao crime
Que desengana e maltrata
Que prejudica e magoa
Despreza e amaldiçoa
É A PALAVRA QUE MATA.

Palavras que fazem bem
Palavras que fazem mal
Neste mundo desigual
Elas até se misturam
Em certas ocasiões
Devido as contradições
PALAVRAS MATAM E CURAM.

Autor: Zé Bezerra

Um comentário:

Pedro Getulio disse...

Lindo! Lindo! Este cordel sobre a palavra.
Além de belo é filosófico e serve de conselho e auto ajuda.

Parabéns para o autor.


Pedro.