segunda-feira, 10 de agosto de 2009

MUITOS ALUNOS, POUCOS ESTUDANTES

Nos alunos se vê neles
Que as condutas não mudam
São diferentes daqueles
Que se esforçam, que estudam
Alunos não se interessam
Os estudantes ingressam
Com ideais importantes
Sem medos, sem desencantos
Por que alunos são tantos
E poucos os estudantes?

Aluno vai à escola
Mas não gosta de estudar
Deixa os livros na sacola
Sai da aula e vai andar
Passeia nos corredores
Não incorpora os valores
Essenciais e marcantes
Seus sonhos contém quebrantos
Por que alunos são tantos
E poucos os estudantes?

Já o estudante está
Sempre disposto e atento
Nunca se descuidará
De buscar conhecimento
Nos livros é submerso
É nobre o seu universo
Possui metas empolgantes
Investiga em muitos cantos
Por que alunos são tantos
E poucos os estudantes?

Estudante quer saber
Aluno só faz de conta
Estudante dá prazer
Aluno enfeza e apronta
Estudante busca, inova
Aluno é quem se reprova
Estudante estuda antes
Aluno enrola até santos
Por que alunos são tantos
E poucos os estudantes?

Por que estudantes são
Mais raros de se encontrar
Por que alunos estão
Brincando de estudar
Por que alunos relaxam
Por que motivo não acham
As aulas interessantes
E livros lhes causam espantos
Por que alunos são tantos
E poucos os estudantes?

Diversas são as respostas
A essas indagações
Existem muitas propostas
Para encontrar soluções
Se sair da utopia
A educação um dia
Terá efeitos marcantes
Indo a todos os recantos
E alunos não serão tantos
Porque serão estudantes.

Autor: Zé Bezerra

3 comentários:

helena bezerra de araujo disse...

.Refletindo esta poesia.Fiquei questionando serà que nunca vai aparecer uma melhora nesta Educação?Porque este não querer dos estudantes,são descasos cometidos por um grande grupo que fica jogandoa culpa de um para o outro e ninguem conserta o erro.Mas esta poesia è o verdadeiro retrato dos alunos ou estudantes sò um eterno professor entende bem estes comportamentos.

ronildo disse...

Meu aamigo e Compadre Zé Bezerra! visistei hoje o seu Blog. Parabéns, como tudo o que vc faz como professor, amigo, pessoa de igreja tem sua marca registrada através da poesia, o Blog não poderia aser diferente. vc não é so um educador, é um poeta educador. Seus versos (em especial estes) mostram o quanto vc é comprometido com a causa da edcuação. Paraabéns pela temática. visitarei mais vezes. abraço fraterno.
Sucesso!

fernando disse...

Olá professor zé bezerra, satisfação em poder contactar contigo. parabéns pela iniciativa de um blog temático com propósito educacional. confesso ser a primeira vez que acessei e certamente darei outras "espiadinhas" e divulgarei seu trabalho aqui no extremo norte do país, Boa Vista-RR, a outros patuenses ausentes, mas presentes na lembrança da nossa "terrinha". o seu trabalho, reforça a idéia que a nossos jovens(alunos) se encontram muito distantes da busca do conhecimento e desmotivados por mudanças em contra-mão, de poucos(estudantes) que nós esperamos mudar um pouco a nossa realidade. certamente o sr. como educador acredita que, OS ALUNOS, distancie deste continuísmo que atormenta os educadores e seus admiradores, bem como OS ESTUDANTES, com sua visão crítica possam mudar a concepção dos seus colegas, OS ALUNOS, e façam acreditar e venham a somar como agentes multiplicadores.